30 de dez de 2015

#BadBlood - 22° Capítulo


- Quem é vivo sempre aparece. – Falei logo que abri a porta surpresa.
- Gigi, por favor, sem esses ditados... – Ela sorriu. – Posso entrar ou ficarei aqui na porta?
- Karlie, sempre tão delicada. – Respondi dando espaço para ela entrar. – O que devo sua visita?
- Adivinha: Taylor. – Karlie sorriu fraco. – O que aconteceu com minha irmã?
- Oh, Karlie.... Eu não sei se sou a pessoa certa para contar sobre ela.
- Mas é a única daqui em quem confio. – Karlie. – Estava na Croácia, uma temporada de desfile da primavera e não existe tempo para telefonar. Quando soube que Taylor sumiu peguei o primeiro voo para cá e minha mãe só sabe chorar, nem chegar aqui perto ela consegue. – Karlie bufou. – Penso que ela não tenha chance, cada dia que passa, sabe lá Deus o que aconteceu com ela. Mas ela pode estar morta.
- Não pense assim, não sei, existe chances de estar viva. – Tentei acalma-la.
- Tento pensar nisso. Ainda existe esperança e é por isso que estou aqui. – Karlie levantou do sofá. – Fico vendo o andamento disso tudo e é uma grande palhaçada. Eu quero forçar eles a tomarem um rumo nesse caso. Uma piscina não significa mais nada.
- E você quer minha ajuda? – Sugeri.
- Sim, você conhece esse campus. – Karlie se virou contra mim. – Em nome dos velhos tempos, vamos atrás disso? Podemos dar nome de “Operação Peixe-Swift” para nossa missão, ou sei lá, outro nome legal. – Karlie riu.
- Melhor sem nome, até achar outro melhor... – Fiz careta para “Operação Peixe-Swift”.
- Então.... Você topa? – Karlie começou a pular. – Sabe, na Croácia tem um bando de modelos chatas, cheias de frescura e não-me-toque. Senti falta de você, Gigi. – Karlie me abraçou.

***

- Senhorita Katheryn. Senhorita Katheryn. – Um rapaz veio gritando pelos corredores. – Senhorita Katheryn.
- Porque essa gritaria? – Respondi brava. – Qual o problema?
- Taylor Swift... Taylor Swift foi vista.... Nos campos… - O rapaz tentava respirar. – Olha as últimas imagens das câmeras de segurança dos dormitórios.

      Tomei as fotos de sua mão e olhei, era ela com um lanço preto em volta do rosto e óculos escuros. Apesar do disfarce, era ela.

- Vamos! Quero equipe um e dois em campo agora. – Ordenei. – Existe câmeras apontando onde ela entrou?
- Sim, ela foi direto para o prédio 26 feminino. – O rapaz respondeu rapidamente.
- Quero saber quem mora lá, manda equipe um para o 26. – Dei ordem para a equipe de apoio.

***

- E você, está solteira? – Perguntei.
- Sim, Vanessa voltou com o ex. – Gigi respondeu. – Eu já sabia disso, cedo ou tarde, ela faria isso.
- Vanessa é um nojo. Sei que é difícil se assumir, mas ela não percebeu que todos já sabem? – Falei impaciente. – Gigi , você merece algo melhor que isso. Ela e o Zac são assim, só usam aqueles que estão em sua volta para afastar a vontade de estar um perto do outro. Mas isso é tudo, menos amor o que um sente para o outro.
- Karlie. – Gigi me chamou. – Então é verdade que vocês ficaram, não é?
- Eu e o Zac? Sim, ficamos. Na verdade, ele me pediu em namoro. Foi só sete semanas. – Dei risada. – Até a Vanessa dá seu “chilique” e pela vigésima vez voltaram. Aquilo foi tão humilhante...
- Sei como se sente, todos sabem e eles nem ligam. Só vivem como se você fosse nada e tentam manter aquela amizade falsa. – Gigi completou meus pensamentos.
- Exatamente assim, provavelmente ninguém tenha me ferido como Zac! Quando sai daqui, só queria viver novamente e parar de me remoer por aquilo e funcionou. Novas pessoas, cotidiano, uma vida nova e um recomeço. Eu sofri com a humilhação que ele me causou.
- Ele diz que não fe...
- FBI! Mãos para cima. – Ouvi um estrondo na porta.
- Que porra é essa! – Gritei.
- Taylor Swift? – Uma mulher entrou no apartamento de Gigi . – Você não é Taylor Alison Swift!
- Não! – Gigi e eu respondemos juntas com as mãos para cima.
- Ela foi vista entrando aqui. Levem as duas.

      Dois homens vieram em nossa direção, nos algemando. Pegaram em nosso braço e nos levaram porta a fora.

- Afaste a imprensa para longe daqui. Convoque a equipe três para fechar essa área, continue verificando esse prédio. Ele não pode estar longe. – A mesma mulher disse para outros homens em sua volta.

     Encarei ela sem dizer uma palavra, olhei para Gigi que fazia o mesmo que eu.

- Ei! Quem é você? – Gritei me debatendo entre policiais.
- Eu? Katheryn Hudson, chefe dessa força e caso do desaparecimento de Taylor Alison Swift.
- Essa é minha irmã! – Retruquei.
- Como é? – Katheryn, a chefe, chegou perto. – Ela não tem irmã.
- Pelo visto existe falha no seu sistema, sou sua irmã mais velha. Exijo que me solte agora ou eu vou para imprensa e digo que vocês são um bando de incompetentes que prendem familiares que só querem respostas. – Falei tão rápido que acabei cuspindo em sua cara.
- Soltem e levem ela lá para cima para interrogatório. – Katheryn ordenou estremecendo os lábios.

       Os mesmos policiais que prenderam Gigi e eu nos soltaram. Relaxei as mãos e segui ela onde seria o interrogatório.

4 comentários:

  1. Esse pov final foi da Karlie? Tava confusa
    Mortissima com a Taylor ninguem consegue agarrar essa mulher
    Gente cade a Demi! Saudades dela!!
    Posta mais pfvr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é a Karlie. Desculpe se deixei confuso.
      Taylor escapa de todas mesmo, mas logo era irá cair.
      Demi também vai aparecer logo e com tudo.
      Vou postar sim.
      xoxo, Bonnie

      Excluir
  2. Fiquei com saudades de Bad Blood e quando entrei aqui o capítulo já é 22. Oi?? Como assim?? Então eu fui ler tudo, obviamente, e só queria dizer uma coisa: você é muito má. E, por você ser tão má assim, vou ter que te obrigar a ler um comentário gigante englobando todos os capítulos que ainda não tinha lido. Sorry not sorry.
    Capítulo 10: Tive leves impressões de que deixei passar detalhes nesse segundo interrogatório, porque você sempre vai colocando as peças todas espalhadas pra ninguém montar o quebra-cabeça até que tu coloque a peça final na jogada e dê as coordenadas. E, antes que eu esqueça: Theo é maravilhoso, quero.
    Capítulo 11: Os interrogatórios continuaram e aquela mesma sensação persistiu também. A cada palavra dita nessas conversas a Taylor se enrola mais e, meu deus, eu amo essa menina. Na verdade todas as suas Taylors são maravilhosas, parece até eu com a Chloe. E, por falar nela, essa doida sabe mais coisa do que fala... Esse negócio de concorrência n é só por causa na natação, é?
    Capítulo 12: Taylor naja sumindo porque achou que as coisas estavam "quentes", mal sabe ela que agora tá é fervendo. E, falando sério agora, esse capítulo foi maravilhoso em muitos sentidos! Eu adoro como não podemos confiar em ninguém nessa fic e agora que o Johnny descobriu sobre o Jacob eu quero muito MUITO ver como isso vai progredir. Qualquer um pode ser o culpado. Isso me mata.
    Capítulo 13: Eu fico mais confusa a cada capítulo, é tudo tão bem pensado e você destrói todas as minhas hipóteses a cada capítulo que vou lendo. Essa aí dele ter tirado a virgindade da Taylor ONDE É Q EU IA PENSAR NISSO? E tem tanta coisa acontecendo e eu estou tão curiosa que nem vou comentar muito aqui, só vou passar pro outro capítulo logo.
    Capítulo 14: Eu gosto do Joe, mesmo que no começo eu tenha achado ele bem superficial. Ele e a Demi combinam até, se merecem ( e não estou falando isso de uma forma pejorativa, eu juro!!!). Eu também gosto da Iggy, ela é super naja e eu amo personagens najas. E, ah, esse capítulo mais levinho ficou um amor ♥
    Esse comentário já deve estar gigante e são 23:24 da noite e minha mãe está me forçando a ir dormir. Mas amanhã ou depois eu volto, pode esperar.
    P.S.: Eu amo a sua escrita ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thaysa linda e maravilhosa voltou para dar a luz nesses comentários, com outro ~quase~ texto. E eu continuo achando você bem má, se quer saber.
      Capítulo 15: Já gostei desse capítulo no título, só porque tinha um hot básico que todo ama. Quem é que não ama uma pimbada, hein?Mas agora sério: Sobre a Taylor ter chances de estar grávida eu não sei o que pensar ( eu tb pegaria o theo, homi me chama de lagartixa e me joga na paredeee!!!! ), pq vc é imprevisível. Mas acho que não.
      Capítulo 16: Ed Sheeran é o amigo que todo mundo precisa ter, eu gosto muito da personalidade que você deu a ele. Combinou. E eu, linda e maravilhosa, acertei sobre o resultado dos testes! Sou a nova mãe Diná, adorei.
      E a Vanessa é bem Santana na época que tava se assumindo, acho que na terceira temporada. Dá dózinho da Cara e, ah, eu já quero ver o que a Miley vai fazer... rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrrsrsrsrs

      Depois volto, preciso estudarrrrrrr.

      Excluir