Running – 1° Capítulo.

NOTA: Recomendo a leitura do curta Criminal Case para uma melhor apreciação de Running.


Joe deslizou as pontas de seus dedos por toda cintura de Demi e voltou a beijar seu pescoço. A moça cujo os cabelos eram cumpridos e lisos sorriu buscando os lábios do amado. Por alguns segundos, o casal encarou-se nos olhos fazendo com que, mais uma vez, Demi perde-se em seus próprios pensamentos enquanto fitava as íris esverdeadas de Joe.
Os celulares posicionados na cabeceira da cama começaram a tocar em sincronia e a primeira alternativa do casal era ignorar tais ligações que insistia três ou quatro vezes. O rapaz deitou seu corpo na cama e observou Demetria esticar as mãos para alcançar seu celular.

- Demetria Lovato. – Ela sorriu para Joe que fazia careta da situação.

O sorriso de Demetria sumiu de seu rosto que tomou uma expressão assustada e pálida. Com o celular no ouvido direito, ela levantou-se da cama a procura do controle remoto. Por sua vez, Joseph observava a amada desconfiado.

- O que aconteceu? – Ele perguntou e ela o ignorou voltando atenção para o controle remoto.
- A notícia já se espalhou? – Ela perguntou para seu contato. – Como ele fugiu?

Joseph arqueou as sobrancelhas e alcançou seu telefone. Viu entre as notificações cheias o número de seu chefe e seu assistente. Discou o número do assistente deduzindo que a pessoa que compartilhava a ligação com Demi, era o chefe de ambos.
Rapidamente seu assistente atendeu e com a voz pouco rouca já perguntou:

- Já recebendo a notícia?
- Por partes. – Joseph caminhou para o lado oposto de Demi. – Quem fugiu?
- Wilmer Valderrama. – O rapaz respondeu com a voz falha. – Essa noite.
- Alguma notícia sobre o paradeiro dele?
- Ainda não. Ele sumiu após matar um guarda.
- Tudo bem... – Joseph respirou fundo. – Mantenha-me informado, por favor.

Joseph encarou a tela do telefone por alguns segundos e ouviu Demi despedir-se de sua ligação. Olhou para amada que conseguiu ficar mais pálida do que habitual e agarrou-a no ar quando começou a chorar. No chão, Joseph enrolou seus braços pelo corpo de Demetria e beijou sua testa. Ali o silencio se instalou e os pensamentos do casal foram preenchidos de lembranças dos últimos dois anos.
Ao prestar atenção no noticiário nacional, a foto de Wilmer seguida de Demetria com Joseph foi exposta e a jornalista iniciou:

- Após dois anos em prisão de segurança máxima, Wilmer Valderrama, o serial killer mais conhecido de Washington foi dado como fugitivo da penitenciaria após matar um guarda noturno. Wilmer ficou conhecido quando matou sete mulheres e um homem há dois anos trás. O curioso desse caso é que sua ex-mulher, Demetria Lovato, era a investigadora designada para esse caso que deixou todas as mulheres da capital assustadas. Wilmer, por sua vez, era psicólogo de traumas e perdas. Foi condenado a prisão perpetua e cumpria pena em segurança máxima a pedido do Estado que atendeu uma das exigências da ex-mulher e investigadora. O FBI ainda não deu nenhum comunicado sobre a fuga e as futuras buscas. Wilmer Valderrama é um homem perigoso e se você tiver alguma notícia ou paradeiro, ligue para a polícia.

Demi encarou a televisão e todo seu medo desapareceu ao ser consumida pelo ódio que tanto a dominou durante um ano. Ela sabia que Wilmer estava por perto e imaginava qual seria seu primeiro passo para chamar sua atenção. E ele já tinha uma certeza, ele teria atenção de Demi.

***
Era tarde da noite e aquele deposito cheirava a mofo. Wilmer andava em passos lentos em volta de uma moça morena e com os olhos escuros, ela chorava de maneira silenciosa e ele observou as lagrimas caírem por todo seu corpo nu. Ele afastou todo o cabelo cumprido de sua nuca e apertou lentamente sentindo certa excitação que não sentia fazia um bom tempo.

- Reconheço você. – Ela quebrou o silencio encarando o chão.
- Quem são eu?
- O homem que matou todas aquelas mulheres. – Ela levantou o olhar. – É você.
- Sim. – Ele soltou uma rápida risada. – E você... – Levantou as peças de roupa da moça e procurou sua carteira, pegou a pequena identidade. – Dolly Sanders. Um belo nome.
- Ela irá achar você novamente.
- Eu conto com isso. – Wilmer respondeu ainda risonho. – Com sua ajuda.
Antes que ele pudesse aproximar suas mãos, a garota cuspiu em seu rosto deixando Wilmer com o rosto v
ermelho de fúria. Ele riu balançando a cabeça negativamente, por alguns segundos, ele apenas passou o pedaço de pano para limpar seu rosto.

- Não deveria ter feito isso... – Ele aproximou-se da moça. – Não deveria...

Com suas duas mãos, Wilmer pegou a cabeça da moça e com toda sua força bateu contra a parede que a amarrou. Com cerca de seis pancadas, o sangue da moça jorrou em sua volta e pela parede. Os olhos caídos fitando o chão já não tinha vida. Estava morta.
Ele limpou o suor do rosto com as mãos sujas de sangue e observou o corpo sem vida. Não era suas intenções, mas foi tomado pela raiva. A raiva de lembrar de sua ex-mulher, Demetria. A última pessoa que cuspiu na sua cara minutos antes de ser preso e esquecido em uma cela. Mas o estrago estava feito, não se arrependerá daquilo.

***
- Dois operários acharam ela essa manhã. – Ryan, o assistente, correu para informa-los.

Joseph poupou o jovem e seguiu em sua frente acompanhado de Demetria. Ele pegou dois pares de luvas em um compartimento no caminho, colocou-as e entregou outro par a Demi. Ao aproximar-se do corpo, com a delicadeza em suas mãos ele abriu os olhos da moça e afastou os cabelos. O corpo já frio e pálido, mostrou algumas marcas roxas pelo pescoço e bochechas.

- Foi ele?
- O M.O é diferente, mas há marcas no pescoço.
- E achamos digitais que já foram para o laboratório. – Ryan completou.
- Mas é ele. – Demi observou a moça. – É Wilmer.

CONTINUA

Eu devo algumas explicações sobre a mudança de fanfic e sobre o cancelamento de YES. Acredito que YES estava sendo um pouco complicada de entender já que a narrativa original tratava sobre espiritualismo. No mais, resolvi trazer outra fanfic para vocês.
Além disso, venho convidar a todas para o novo projeto organizado por mim e Thaysa do Liberdade. Espero que participem e até o próximo capitulo.



LAYOUT E CODIFICAÇÃO POR ROH A. RAMOS DO BLOG | GNMH © 2017 - 2018