#BadBlood2.0 - 42° Capítulo.


- Cheguei a pensar que não viria. – Liam sorriu para me ver.
- Pensei o mesmo sobre você. – Sorri.

Liam sentou ao meu lado e fechou os olhos apreciando o nascer do sol.

- Porque veio? – Perguntei.
- Pelo mesmo motivo que você. – Liam sorriu. – Sinto sua falta, Demi.

Aproximei-me de Liam e toquei no seu rosto lentamente. Passei a mão pela sua barba, ele passou sua barba pelo meu rosto. Nossos corpos se reconheceram depois de tanto tempo.

- Não faça isso ainda. – Falei. – Por favor, eu não posso.
- Faz tanto tempo. – Liam falou ao tocar minha boca. – Seu corpo, Demi. Sinto saudades.
- Já disse isso. – Começamos a rir. – Liam, não foi para isso que chamei você aqui.
- Não confia em mim? – Liam mudou sua expressão. – Guardei por todo esse tempo porque acharia que isso vai mudar?
- Apenas quero ter certeza. – Afirmei.
- Não é só isso que quer. – Liam.
- Fiz algo quando ainda estava com você que ainda posso corrigir.
- E qual é o problema se você pode corrigir seu erro? – Liam perguntou.
- Eu não quero.

***

- Repita novamente o que aconteceu? – Detetive Katheryn pediu.
- Jake saiu e quando tocaram pensei que ele tinha esquecido a chave novamente, mas era Vanessa dizendo que não iria me machucar e só queria conversar comigo. – Expliquei novamente entre soluços.
- Em qual porta ela tocou? – Katheryn perguntou.
- A porta de trás da cozinha. – Apontei. – Jake costuma sair por ali que dá na garagem.
- Então, você diz que Vanessa esperou o Jacob sair para falar com você? – Perguntou.
- Sim. – Respondi.
- Taylor, quero falar com você em particular. Podemos? – Katheryn.
- Sim.

Subimos as escadas e entramos no quarto de hospedes que só tinha uma cama e armário. Katheryn trancou a porta.

- Como sabia que Vanessa foi liberada? – Ela perguntou com raiva.
- Ela apareceu na minha porta. – Respondi.
- Ela saiu ontem e no mesmo dia iria visitar a garota que está acusando ela de duplo homicídio. – Katheryn começou a rir. – Sem forçar lagrimas ou uma história. Como descobriu?

Sequei minhas lagrimas e encarei a detetive por alguns segundos lembrando do que detetive John falou.

- Já disse como aconteceu. Ela veio aqui e eu liguei para polícia. – Repeti. – Eu não sabia que ela poderia ser solta e muito menos ontem.
- Você mente e muito bem, alias. – Katheryn começou a andar em minha direção. – Quer saber o que tenho para você? Consegui um laudo que aponta que o seu filho perdido é na verdade do professor Jacob. Ah, como Vanessa viria até aqui? Ela sabe onde um professor mora? Hum... eu consegui rastrear seu celular e apesar dos meses que passou desaparecida foi inteligente em deixar na república, mas ele estava minutos antes do assassinato de Lily na piscina onde a câmera de segurança falhou naquela noite. Quer que eu continue?
- Está me acusando de ter matado Lily? – Perguntei nervosa. – Você é louca.
- E você está presa por falso testemunho e falso sequestro. – Katheryn tirou as algemas. – Preciso fazer o juramento ou irá facilitar minha vida?
- Você está me prendendo? – Afastei-me de Katheryn.
- Não só você como Edward Sheeran está sendo preso no momento também. – Katheryn riu.

***

- Edward Sheeran, sou detetive John Mayer e você está preso por mentir em depoimento e manter Taylor Alison Swift em refúgio em um falso sequestro. Você tem o direito de permanecer em silêncio; tudo o que você disser poderá e deverá ser usado contra você no tribunal. Você tem o direito de ter um advogado presente durante qualquer interrogatório. Se você não puder pagar um advogado, um defensor lhe será indicado. – John falou. – Alguma dúvida sobre seus direitos?
- Katheryn Hudson estava nos seguindo faz duas semanas, você sabia? – Falei enquanto outros policiais me algemavam. – Tenho provas e quando solicitou nossa ajuda, respondo agora que sim.
John permaneceu quieto.
- Você sabe que somos inocentes. Sabe disso. – Gritei indo para viatura. – John!

***

- Taylor acabou de ser presa. – Viola falou. – Mas isso não justifica o fato de você ter desobedecido tudo que eu falei indo atrás dela.
- Eu queria explicar o que aconteceu. – Respondi.
- Vanessa, só pode dividir cela com ela se não fizer o que digo a você. – Viola.
- Porque ela foi presa? – Perguntei ignorando-a.
- Parece que a detetive tinha que aprender outra pessoa para o caso não “morrer”. Parece que tem provas sobre ela ter feito um falso sequestro. Ela pode ter mentido sobre você também.
- Ela não mentiu. O que ela disse é verdade. – Defendi Taylor. – Quer dizer... – Tentei me justificar. – Eu e Justin estávamos lá e vimos ela saindo correndo de alguma coisa.
- Você acredita numa pessoa que está de acusando? – Viola.
- Ela não está mentindo, está!? – Respondi confusa. – Até o que ela disse é verdade.
- Acha que ela matou Lily? – Viola.
- Não, elas se davam bem. – Respondi. – Taylor não é tão ruim quanto quer parecer.
- Porque ela quer parecer ruim?
- Eu não sei, talvez ela se sinta forte assim. – Dei de ombros.
- Quem você acha que matou Lily? Se não foi você, não foi Taylor... O assassino está solto.

Acho que ninguém esperava por um capitulo desse, certo? 

4 comentários:

  1. Com esse capítulo eu confirmo que Katheryn está muito desesperada, mesmo que Taylor tenha dado muita pinta sobre o envolvimento dela com o assassinato (mesmo que ela não tenha matado a garota) e triste porque Edinho foi preso junto dela. Por um momento achei que Theo também seria, mas que bom que não foi pra poder ajudar eles de fora.
    Agora eu quero saber o que aconteceu de verdade com a Taylor. Ela sabe demais e eu não sei sobre o que. Alguém quer ela se dando muito mal e ela não faz por onde pra se livrar, estou bem confusa aqui.
    Quero voltar uns capítulos para falar que Harry Styles era uma pessoa muito legal e que eu fico triste que ele tenha se matado assim. Na próxima fanfic quero ele bem vivinho fazendo um filho em mim, sim? HAHAHAHA
    Posta mais, te amo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou com uma historia onde o Harry será muito importante e estará vivíssimo para contar toda a historia.
      E sim, eu confesso que estou enrolando, mas nos próximos capítulos tudo irá fluir com mais ação.
      Eu te amo e irei postar logo.
      Beijos.

      Excluir
  2. Olá!
    Serei sincera, até esperava. A Katheryn queria prender a Taylor de qualquer jeito e agora com a Vanessa solta, ela com certeza queria "agarrar" a Taylor. E foi o que fez!
    Talvez a Taylor saiba quem é o assassino da Lily, ou talvez ela pense que seja a Vanessa. Não sei. Isso eu ainda não entendi.
    Posta logo!

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nos próximos capítulos suas perguntas serão respondidas.
      Sim, a Katy nunca acreditou na Taylor e tem um pouco de raiva pelo o que aconteceu durante meses quando Johnny estava no comando. Veremos o próximo capitulo haha.
      Beijos, Mirela

      Excluir

Theme by Corina B.