26 de jul de 2015

#BadBlood - 19° Capítulo.


Swarthmore College saiu do coração da Filadélfia e ficou conhecido pelo mundo não pelas garotas Lily e Taylor, mas sim pelo seu ódio e inveja. Pessoas sujas e imundas. Alunos, professores e profissionais que entraram aqui agora não são capazes de ver o inferno em que vivem.

       Li mais uma vez o recado que tinha fotografado nessa manhã na porta principal do Swarthmore College. Corajoso foi a pessoa que escreveu isso logo na entrada da universidade, que chamou a atenção de todos.

- Essa foto vai para o jornal do campus. – Falei para Marisa em meu lado.
- Miley, você vai escrever o que sobre? – Marisa perguntou.
- Eu não sou jornalista, sou fotógrafa lembra? – Dei uma risada. – Mas coloca um título como “O terror de Swarthmore College” e se tiver algum lucro, eu quero meus 30% combinado.
- É claro! – Marisa concordou com a cabeça.

       Copiei todas as fotos para o computador do jornal local e exclui dos arquivos de minha câmera, guardei meu notebook e me despedi de Marisa. Sai da sala de jornalismo e segui em silencio para minha republica. O clima hoje estava ruim por conta desse recado, não existia outro assunto a não ser esse. Quem será que escreveu? As câmeras não pegaram nada? Como assim pessoas sujas? A quem estão se referindo? Quem seria o professor e profissional? Eram as perguntas mais frequentes entre as conversas e debates, ninguém da direção deu uma explicação para os alunos dessa vez e isso era curioso, pois eles tinham respostas para tudo e talvez a afirmação mais falada é que, talvez, o campus não seja mais seguro.
        Cheguei em casa e não tinha ninguém, me sentei na sala e coloquei meus pés em cima da mesa de centro, abri meu notebook e fui ver as fotos que tinha tirado nos últimos dias. Já tinha pego o e-mail de Nick. Abri meu e-mail e comecei a escrever:

Ei, Nick. Eu disse que iria conseguir seu e-mail :)Pensei em editar as fotos, mas elas ficaram tão boas sem filtro e você gostou tanto que resolvi te enviar os originais. Espero que guarde bem, até.

***
- Johnny, temos um problema. – John se aproximou com uma cara sem expressão.
- O que houve? – Perguntei, já preocupado.
- A mãe de Lily foi para imprensa e disse que não estamos fazendo nada e não liberamos a corpo para um “enterro digno”. A imprensa inteira está aí fora, estão filmando até a pichação que fizeram no muro principal. – John.
- Putz, eu deveria ter ligado no início da semana para falar sobre a liberação do corpo. Ligue para os legistas e diga que pode entrar em contato para a família e enterrar. – Falei colocando a mão na cabeça.

       Segui para a sala do diretor e liguei a tv, já no BNS (canal televisivo americana) e estavam ao vivo no portão falando sobre.

- Katheryn você vem comigo, vamos falar um pouco com eles. – Desviei o olhar da televisão.

***
- Liam vem cá, estão falando do Swarthmore. – Cher me chamou.

       Dei alguns passos para trás e olhei para a televisão assistindo e reconhecendo o local, só não escutava direito o que eles diziam porque o volume estava baixo. Fechei minha calça e puxei o cinto para nivelar. Vi que Cher tinha se distraído novamente e peguei meu celular para mandar outra mensagem para Demi, que estava me ignorando. Reli todas as minhas mensagens, todas visualizadas e ignoradas.

- O que está fazendo? – Cher perguntou.
- Viemos para um motel para ver noticiário? – Retruquei a pergunta. – Ou você realmente cansou na primeira transa?
- Eu não sou assim. – Cher respondeu colocando o cobertor por cima do seu corpo. – Pensei que você acharia divertido.
- Não estou reclamando, mas você deveria me ajudar mais um pouquinho. – Fui em sua direção. – Viemos para cá e nem estamos aqui por uma hora e você terminou de transar e fica assistindo televisão, eu não estou acostumado com isso.
- Como assim? – Cher perguntou com a voz tremula. – Você está acostumado com que?
- Em gostar de você. – Tentei disfarçar, pensando na Demi. – Mas, Cher, meu amor, se esforce mais um pouco sabe... Para me excitar e me satisfazer melhor... – Peguei em sua mão.
- Liam... E-Eu não esperava que você não gostava de estar comigo. – Cher largou minha mão e passou pelo seu pescoço. – Você sempre soou feliz...
- É, nesses últimos dias não estou satisfeito e nem feliz. – Respondi sorrindo.

         Cher ficou quieta me olhando, parecia meio triste. Me levantei e fui para o banheiro, vesti minha camisa e peguei meu celular novamente.

- Sua irmã me satisfaz no seu lugar. – Sussurrei comigo mesmo.

7 comentários:

  1. "nenhum de vocês prestam e vão acabar indo para o inferno." MINHA ESCOLA, NINGUÉM SAI!11! Só tem naja e falsianes nessa porr, adoron <3 Mas quem será que escreveu? To muito curiosa
    Puta que pariu, cara, a cher é broxa jsjjkajksjkasj como assim o_o
    Tadinha dela, gente <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (cortou a bagaça, ainda bem que copiei).
      ;-; Demi é vadia (amosou), e Liam safado jsahjahjhs
      Isso ai Demi! Ignora mesmo, só come e deixa tudo quieto qqqqq
      Beijos, está perfeita, e desculpa pelo sumiço <3

      Excluir
    2. meu sonho fazer isso onde estudava :(
      amo demi vadia e o liam...... não gosto dele porque tenho dó da cher
      amor me desculpa pela minha longa demora, vou postar logo.
      eu que tenho que pedir desculpas pelo sumiço.
      beijos

      Excluir
  2. Comecei a ler sua fic hj e já estou viciada posta mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. amor fico feliz por isso, vou postar já e me desculpas pela demora.
      beijos

      Excluir
  3. Respostas
    1. que saudades de você meu amor!!!!!
      te amo demaissssssssssssssssssss

      Excluir