Bad Blood | 13° Capítulo.


Soltei minhas malas e respirei fundo, minhas costas estava dolorida. Olhei em volta e o quarto era lindo, não é de se surpreender pelo preço do hotel. Carreguei minhas malas para perto da cama e abri uma delas para pegar um remédio, andei até a pequena cozinha e tomei. Fui até a porta e abri, me surpreendi.

- Theodore, o que faz aqui? Está me seguindo?
- Estou! – Ele disse rápido. – Mas não por mal, eu preciso falar com você.
- Amanhã eu posso te interrogar e você dizer tudo que quiser, não posso ficar conversando sobre casos em particular. – Falei e fui encostando a porta.
- Não quero falar desse caso, quero falar do show do The Killers em 2013, em Royal Albert Hall. Em Londres, se lembra? – Theodore falou, sorrindo.
- Se me lembro? – Perguntei para Theodore, com a expressão confusa.
- Poxa, não me diz que não lembra do beijo... – Theodore abriu mais a porta. – “Foi em When You Were Young, a plateia estava indo a loucura e ele me beijou, o beijo era quente na mesma temperatura do nosso corpo... Depois daquele show, ele me deu a melhor noite da minha vida com a melhor viagem que já fiz. Valeu a pena dar um chá de sumiço em meus amigos”. Lembra disso?
- Ah sim, só não me lembro ou eu não sei como você soube. – Respondi. – Quer entrar?
- Pensei que não iria me convidar. Eu só quero conversar...

Abri mais a porta e dei espaço para Theodore entrar, ele foi direto ao sofá e se sentou. Fechei a porta e sentei na poltrona no seu lado esquerdo.

- Theodore, pode me explicar como...
- Por favor, me chame de Theo! – Ele falou, sentando na ponta do estofado. – Demorou muito para me tocar, o seu nome, cabelo e tatuagens entregaria tudo. Mas ainda sim nem tinha me tocado sobre isso, até falar com Demi essa manhã e ela contar que estava lá e não lembrava de muita coisa, mas lembrava de um homem que levou Taylor, procurei fotos nos álbuns que ela guarda e vi uma sua de cabelo cumpridos, sua tatuagem de ave te entregou. – Ele deu uma risada frouxa. – Vocês estavam na cama, tinha acabado de tirar a virgindade dela, não foi? Porque quer tanta verdade quando mente? Ela te reconheceu?
- A tatuagem da ave.... – Levantei minha manga e comecei a rir olhando ela. – Eu não sabia nada disso quando cheguei aqui, ok? Já faz dois anos e depois daquela noite eu não liguei para ela e nem ela ligou para mim, foi repentino. Ela era menor e eu arrependido! E eu não sei se ela sabe quem eu sou, eu lembrei dela porque ela tem uma beleza única, o olhar dela é inconfundível, eu realmente não sei se ela lembra, provavelmente sim, ela não é tola.
- Acho que é por isso que ela fugiu. – Theo soltou. – Ela namora seu irmão, Jared Leto. Ele não tem seu nome...
- Antes de vir aqui, você fez uma grande pesquisa. – Comecei a rir com ele, estava sendo bem irônico para essa situação. – Mas sim, ele não tem meu nome porque é filho só da parte de pai. Descobri faz pouco tempo que eles estavam juntos.
- Eu estou preocupado com ela, Taylor é inteligente, mas também é imatura em decisões. Não pensa no que vai colher no futuro com decisões que toma agora, tenho medo de algo acontecer. E você, como dono de sua virgindade deveria estar tomando passos ligeiros e não enrolando.
- Saiba que estou me dedicando, mas não tenho muito o que fazer, nem minha filha me ajuda, nem meu irmão, nem você. Também não posso sair anunciando, se foi fácil para você descobrir tudo isso, imagine minha equipe, vai ser como achar um elefante na selva.
- Pensei em algo, mas deve concordar comigo e não chamar ninguém para ajudar. – Theo.

***
- Taylor, você pode controlar essa sua gata. – Ed gritou. – Ela fica estragando minha parede que vai abrir um buraco a qualquer momento.

Desci as escadas correndo e puxei Meredith, minha gata, da parede. Pedi desculpas para o Ed e subi as escadas novamente. Estava desligada do mundo, não sei o que está acontecendo comigo, meu estomago esta embrulhado, soltei minha gata no ar, me segurei na parede e vomitei.

***

- Alô, mãe? – Falei com a voz pouco rouca, segundo o choro. – Eu sei que é cedo, mas lembra daquele dinheiro que mandei a senhora guardar para emergências? – Dei uma pausa, mal dava para escutar o que ela dizia. – Então, preciso dele porque estou preso... fui pego essa madrugada, vem pagar minha fiança porque tenho só 12h. para sair daqui.

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Irei postar sim anjo.
      xoxo, Bonnie (gyllenswift.blogspot.com.br/)

      Excluir
  2. I'm Back Bitchies.
    Bonnie minha princesa. Eu voltei <3
    O meu pai pegou o meu not hj da assistência e logo logo vou postar no meu blog >.<
    Enfim ...
    Que perfeito <3
    Vc sabe que eu amo as suas histórias né?
    Então essa não podia ser diferente.
    Essa foto do Theo/Quatro <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VOCÊ VOLTOU |o|
      Ainda bem que postou, se demorasse mais eu mesma ia arrumar seu not.
      Fico feliz que goste das minhas historias, serio mesmo! Digo o mesmo sobre as suas, já deixei isso bem claro.
      Nossa, nem me fale! O Theo..... Que homem..... Que tudo....
      xoxo, Bonnie (gyllenswift.blogspot.com.br/)

      Excluir

LAYOUT E CODIFICAÇÃO POR ROH A. RAMOS DO BLOG | GNMH © 2017 - 2018