#BadBlood - 12° Capítulo.


      Liguei o chuveiro quente e deixei a água cair em meu corpo, sentia que caia lentamente por ele. Fiquei parada no meio dele e comecei a passar o sabonete pelo meu corpo, finalmente o frio tinha chegado e eu sentia em paz, pela primeira vez. Comecei a pensar no música em que estava compondo, ela parecia boa, mas não perfeita. 
     Poderia modificar e colocar "Cause all i know is we said hello and your eyes look like coming home". Parecia boa essa parte, era só o Ed concordar comigo. Fiquei pensando nesse trecho com o resto da música e soava perfeitamente. Desliguei o chuveiro e puxei minha toalha para os meus cabelos e vesti meu roupão. Fiquei parada por um tempo no banheiro, distraída e ao mesmo tempo sem pensar em nada. Abri a porta e andei para o quarto, pelo corredor de cima dava para ver o Ed com seu violão no andar de baixo. Quando entrei em meu quarto, peguei meu celular e coloquei "1000 Forms of Fear" no aleatório e no volume máximo.

- Eu amo a Sia. - Disse para mim mesma.

       Abri minha mala e peguei uma saia xadrez com uma meia-calça para esquentar, uma blusa de frio e uma jaqueta quente por cima. Liguei o secador para arrumar meu cabelo e coloquei uma touca por cima (x). Fechei minha mala e deixei o quarto arrumado, abri a porta e fui descer a escada.

- Ed ficaria perfeito se no segundo verso colocássemos "cause all i know is we said hello and your eyes look like coming home". - Disse sorrindo. - Pensei nisso agora.
- Taylor depois pensamos nisso, estou com um aluno. - Ed respondeu alto.
- Taylor? 
- Professor... Jacob. - Respondi com as pernas bambas. - De onde vocês se conhecem?
- O que está fazendo aqui? - Professor retrucou.
- Ela é minha amiga. - Ed respondeu para Jacob. - E ele é meu aluno de violão. - Ed respondeu, dessa vez para mim.
- Ed, você não poderia ter avisado? - Olhei para Ed. - Posso falar com você? - Perguntei para Jacob.
- Claro. - Ed disse. - Vou afinar os violões e esperar vocês na fora.

     Ficamos em silencio até Ed sair, me sentei na cadeira de frente ao professor. Não conseguia olhar nos olhos dele.

- Taylor, porque está escondida aqui? - Jacob.
- Tenho meus motivos. - Respondi. - Como veio parar aqui?
- Também tenho meus motivos. - Ele respondeu.

     Bufei com sua resposta, que era o mesmo que a minha.

- Certo, as coisas estavam quentes por lá e eu estava me sentindo ameaçada. Quis dar um tempo. - Expliquei.
- As coisas estão quentes por lá e resolvi preparar um musical para ver se o clima melhora, achei o Ed na internet e contratei para ter aulas particulares. - Jacob explicou.
- Professor... Não conta nada para ninguém.
- Não me chame de professor aqui... - Ele me encarou. - Quer que eu volte para lá fingindo que eu não sei de nada?
- Sim, eu preciso de mais um tempo. Jacob!
- Melhor Jake. - Ele sorriu. - Eu não sei se posso fazer isso, sua família sabe?
- Eu avisei eles que estava bem e pedi para não dizer nada sobre isso. Eu preciso resolver umas coisas antes de voltar, nem eu sei o que estou fazendo... mas tem algo lá que não me permite voltar.
- Não quero fazer isso. Todos estão de procurando por lá. - Jake disse bravo. - Mas eu vou te dar algumas semanas, faça o que tiver que fazer, mas volte porque eu vou frequentar aqui e não quero me sentir culpado em saber onde você está e não ajudar.

- Muito obrigada. - Com um impulso abracei ele. - Obrigada mesmo.

      Ele se sentiu desconfortável com meu abraço, mas sorriu. Ele se levantou e fui para o lado de fora da casa, permaneci dentro e levei meu violão ao quarto novamente.

*** 

- Você não pode chegar e desembuchar assim nele! - John falou me segurando na porta. - Katy diz para ele, ele tem que esperar mais um pouco. E se o Jared estiver envolvido? Ele vai ficar um passo à frente de nós.
- Ele tem razão... mas é família, eu não sei o que dizer. - Katy. - Não quero me meter na família de vocês.
- Sai da minha frente John! - Ordenei.

      Ele ficou parado em minha frente, empurrei ele e abri a porta da casa de Jared. Ele estava na cozinha.

- Jared a quanto tempo você namora Taylor Swift? - Falei indo em sua direção, puxei ele da cadeira e joguei-o no chão. - Porque ficou me fazendo de tolo todo esse tempo?
- Não se faça de idiota. Até agora essa função era minha! - Agarrei mais forte sua blusa.
- Johnny! Me larga. - Jared me empurrou para trás. - Qual é o seu problema?
- Meu problema é você e suas mentiras. A quanto tempo namora ela?
- Estamos juntos poucos meses. - Jared respondeu sem olhar nos meus olhos.
- Porque não contou? - Fui em sua direção. - Olha para mim! Estou falando com você!
- O que quer de mim? Falar que saio com ela e me tornar suspeito quando não sei de nada ou você acha que eu não sei o quanto vocês conversaram e pensaram sobre eu ser suspeito? Ou vocês acham que eu estou parado, estou procurando ela também e se ela souber que conheço vocês, ela some mais ainda. - Ele olhou em meus olhos. - Olhar para ver o quanto você se sente superior? Obrigada John, por tentar segurar ele. - Ele olhou para John e sorriu. - Não sou surdo, nem bobo.
- Você entrou em contato com ela? - Segui ele pela casa.
- Não, não consegui encontrar ela.
- Jared, porque continuou mentindo? - Segurei em seu braço. - Você é meu irmão, eu confio em você. Mas quando vi você naquela câmera entrando no dormitório da Taylor e depois as amigas dela me comprando com você... você não poderia ter mentido. Estamos falando dela o tempo dela aqui e você nem para ajudar!
- Ajudar em que? - Jared me olhava tremendo, provavelmente de raiva. - Johnny para um pouco, você gosta de mandar em tudo aqui, você é o grande chefão de tudo aqui, ninguém pode opinar. Então, se você é tão bom assim, não precisa de ajuda do cara que não faz nada!
- É isso que você sempre pensou de mim? 
- Não só eu, isso você pode ter certeza. - Jared respondeu.
- Tudo bem... - Sussurrei.

      Olhei pela última vez para Jared e subi as escadas, entrei no quarto de hospede eu estava dividindo com o John e tranquei. Peguei minha mala e joguei na cama, recolhendo tudo que era meu. Sem arrumar ou dobrar, só coloquei tudo junto, peguei todos os documentos que estava comigo e guardei nas duas malas que trouxe.
      Deixei tudo aqui, de bobeira para Jared. Tudo que ele quisesse saber, ele teve a importunidade de saber e provavelmente soube. Finalmente ele saiu de cima do muro e falou o que achava de mim, falou de muita gente que está me fazendo refletir que Katheryn, John e minha filha Ariana, pensasse o mesmo. Olhei em volta e não tinha nada meu, puxei minhas duas malas e abri a porta do quarto, saindo rapidamente de sua casa. Olhei para sala e os três estava conversando.

- Vejo vocês amanhã lá e Jared vejo você também, mandarei um mandato. - Falei.

4 comentários:

  1. Ta de sacanagem que a Taylor desapareceu pq achou que as coisas estavam "quentes"? kkkkkkkkkkkkkkk e todas essas investigações achando que a Taylor tava morta, que foi sequestrada, crc sajdhpsjdvklç enfim, ta muito bom o capítulo <3
    Infelizmente aqui não tá frio, na verdade aqui em rj parece que a temperatura nunca abaixa, o máximo de "frio" é 24° ç.ç mal posso esperar pelo inverno! Te invejando no momento sdflkçds
    Tenho que te perguntar um assunto muito sério u_u quando vc vai postar a parte três de The Voice Within??? mano to roendo o resto do q eu chamo de unha pros próximos capítulosssss
    Posta logo <333
    Beijos :*
    Thais (reativei uma outra conta que eu tinha c.c ~decepcionada)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou e a palavra "quente" pode servir para muitas coisas............
      Aqui, por milagre, está frio e só agradeço porque estava cansada de ter mil ventiladores ligados para mim, esse friozinho é tão :(
      Ainda bem que me lembrou, nesse final de semana finalizo a terceira parte e posto (Se tudo ocorrer como estou planejando haha). Vou postar sim e fico feliz que tenha reativado sua conta, deveria pensar em voltar a postar.
      xoxo, Bonnie (gyllenswift.blogspot.com)

      Excluir
  2. Hey amor, vim retribuir a tua visita no meu blog hihi
    Mas agora eu to sem tempo para ler, mas assim que der eu leio blz?
    Beijinhos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por retribuir. Tudo bem, assim que ter tempo e se interessar pela fic, fique a vontade para ler. Só irei agradecer ♥
      xoxo, Bonnie (gyllenswift.blogspot.com)

      Excluir

Theme by Corina B.